Durante cinco dias a Polícia Federal expôs nome completo e e-mails de pessoas que deveriam retirar passaporte no posto de atendimento. Foram enviadas 3 mil mensagens, compartilhadas por 600 pessoas.  Para a  PF, houve inconsistência do sistema e não vazamento intencional de dados pessoais.

Para ler a matéria completa, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *