Saiba mais sobre a retirada dos cookies e a LGPD

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Proteção de dados, LGPD e retirada de cookies de terceiros são temas delicados e merecem ser tratados com atenção. Falar sobre os assuntos ajudam as empresas a verificar o negócio e adaptá-lo para algo que caminhe para a transparência com os clientes.

As novas normas alteraram drasticamente os setores da sociedade, em especial os profissionais do jurídico e marketing. O primeiro passo foi com a Lei nº 13.709/2018 e, neste momento, existe a necessidade de retirada de cookies de terceiros, do ATT e possivelmente o endereço IP.

Alguns dos dispositivos que já providenciaram essa mudança foram o Safari e o Firefox e o Chrome está se organizando para retirar os cookies de terceiros no ano que vem. Isto será um passo transformador para a publicidade digital.

Oportunidade de escuta

O ponto positivo dessa situação é que, mesmo com as dificuldades de alteração de IDs não encontradas de dispositivos e com a Lei, os especialistas da área de marketing e tecnologia podem achar outras saídas mais inovadoras, atuando como uma ferramenta para os executivos de alto nível.

Pode ser considerada então uma chance para os especialistas da área de marketing que conseguem ver que as mudanças são positivas em relação ao desenvolvimento da empresa. Dessa forma, é entendível que os diretores de tecnologia de publicidade estão em uma local privilegiado por entenderem o impacto disso para a instituição e por conhecerem a forma correta de lidar com os dados.

Entenda abaixo as melhores formas de salientar as empresas que esses tópicos são importantes:

Informe que as mudanças são manejáveis

Referente aos cookies e a adaptação, complicações não estão recebendo a atenção de executivos. A falta de visão para o assunto pode ser negativo para a receita do ano que vem e interferir na segurança dos leitores dos publishers.

Para esse momento pós-cookie é importante que haja alterações, e por ser uma alteração significativa necessita de uma boa ação dos líderes. Desta forma, é importante a certificação do repasse da informação para os altos executivos em relação a importância de ter parceiros e novas saídas.

Discuta os resultados financeiros

Uma forma de prender o olhar dos executivos é mostrar os resultados monetários. O senso de urgência deve ser a ferramenta utilizada para pedir por mudanças, antes que ela atrapalhe de alguma forma os negócios depois que os cookies forem finalizados.

Até o momento as alterações não estão tão visíveis visto que a mudança só aconteceu com Edge, Safari e Firefox. A alteração maior acontecerá quando a mudança for realizada no Chrome, que hoje possui 80% do mercado do país. Sua mudança, portanto, será relevante para a área de publicidade.

Após mostrado o problema é hora de dar a solução. As melhores para esse momento estão relacionadas com a utilização de dados primários autenticados. Eles podem ser entendidos como dados de consumidores ou futuros clientes que o próprio dá e são coletados pela instituição por certas plataformas.

Quando os dados são entregues diretamente há diversos pontos positivos como a segurança da privacidade dos donos, a fortificação de campanhas e a confiança dos titulares.

Ações éticas

Nenhuma empresa pretende ter problemas com a Lei. É de conhecimento de todos a importância de manter a ética e seguir os regulamentos, ainda assim, essa pode ser um princípio complicado de ser seguido por algumas empresas.

A proatividade é extremamente importante para as empresas visto que garante: mais facilidade de estar de acordo com as regras, mais chances de ter parcerias, melhoria da imagem da empresa e redução de penalidades.

Assumindo o controle da conversa

As mudanças devem ser aplicadas internamente mas também passadas para todo o setor em questão. Os assuntos precisam ser discutidos de forma preventiva para que mais pra frente seja possível colocá-los em ação. Aqueles que tiverem seriedade com as mudanças serão também os que conseguirão mais retornos positivos.

Fonte: Meio&Mensagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *