A importância da proteção e segurança dos dados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), criada em 2020, fez com que o tratamento dos dados pessoais fosse feito com mais cautela e de forma mais regrada. Com as normas trazidas pela Lei as empresas tiveram que se adequar, levando ao crescimento interno de muitas instituições. Garantir que o tratamento e a segurança dos dados estão sendo seguidos é uma função a mais para os líderes e atuantes da área de TI.

É válido ressaltar que o tamanho da empresa e a sua área de atuação impactam na forma como esse tratamento é feito. De acordo com uma análise levantada pelo Serasa Experian, cerca de 91% das instituições do setor de tecnologia tiveram retorno positivo em relação ao entendimento sobre o assunto e 93% das empresas que fizeram parte do estudo se mostraram prontas para colocar a Lei em prática.

Já a Fundação Dom Cabral (FDC) informou que 40% das instituições que participaram do estudo não estariam prontas para a Lei, faltando apenas alguns meses da data limite de adaptação. A instituição que não se preocupa com a proteção dos dados ela está em desvantagem em relação a outras e poderá passar por algumas dificuldades, uma vez que, ela pode ser multada pela ANPD ou sofrer consequências por parte dos detentores dos dados que pode levar o caso de não cumprimento para o âmbito judicial.

Caso não haja a disposição de investir na adaptação da empresa à Lei (desde na tecnologia até no ensinamento para os colaboradores) algumas consequências podem ser negativas para a sua reputação. Portanto, as instituições que se esforçam para se adequar acabam tendo o respeito dos consumidores e ganhando um bom espaço no mercado.

Sabe-se ainda da dificuldade em estruturar o negócio para garantir a proteção dos dados. Ainda assim, a adequação é necessária e a transparência dos atos deve ser realizada por todas as empresas que lidam diretamente com a coleta, armazenamento e tratamento. Incluir ações e práticas que sejam inspiradas na General Data Protection Regulation (GDPR) é válido para garantir o investimento em governança.

É válido dizer que ao tomar todas as ações para entrar em conformidade em diferentes áreas de uma empresa podem ser mais corretos e assertivos na hora de coletar os dados. Os ensinamentos e aulas são essenciais para ajudar nesse processo, assim como a manutenção dos times. A resposta para esses atos é a confiança dos clientes e parceiros e o posicionamento elevado que a organização se colocará, além da seguridade da privacidade de cada indivíduo.

Fonte: SEGS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *