Pesquisar
Close this search box.

TikTok está testando ferramenta que pretende coletar dados seguindo as diretrizes de privacidade

Assim como outras plataformas, o TikTok demonstra ao público as duas ações em relação à privacidade e à segurança dos usuários que utilizam o aplicativo. A plataforma assegura que a privacidade dos usuários será mantida e respeitada.

Uma dificuldade é encontrada quando pesquisas de comportamento dos usuários dentro de uma plataforma movimentada é feita: que seja conduzida de forma legal. 

Para tornar o processo mais facultativo, os testes visam auxiliar para que os dados de tráfego e avaliação de conteúdos sejam todos encaixados em um padrão legal. Isto é, tudo de uma forma que preza pela privacidade de seus usuários.

Nesse contexto, o Conselho Consultivo de Conteúdo e Segurança do TikTok é o responsável pela fase de testes da ferramenta. Profissionais qualificados terão controle sobre os dados públicos e privados que são coletados pela plataforma.

Certas informações consideradas como dados pessoais são solicitadas durante o processo de criação de um perfil. Como exemplos do que são caracterizados como dados pessoais temos: email, CPF, nome, endereço, número de telefone, etc.

LEIA TAMBÉM:

Para utilizar o aplicativo, menores de idade mentem suas idades

Sobre a onda de desinformação e fake news nas redes sociais, as grandes companhias tecnológicas têm total conhecimento do poder de influência de informações falsas e como isso pode afetar suas reputações.

Por exemplo, o WhatsApp diminuiu o número de encaminhamentos simultâneos para somente cinco contatos, visando a diminuição de conteúdos desse tipo. Já o Facebook chegou a ter uma  “onda de fake news” na rede e já adotou novas utilidades para o combate delas. 

No Brasil, frequentemente o menor de idade mente sua idade para conseguir passar das primeiras etapas e utilizar o app. Não há como provar a veracidade da confirmação de idade.

Tratamento de dados de menores de idade

Outro ponto discutido em relação à LGPD é justamente sobre como tratar dados de crianças e adolescentes que criam contas no TikTok. A ByteDance, dona da plataforma, chegou a ser multada. Em 2019, o valor da multa ficou em 5,7 milhões de dólares nos Estados Unidos.

A penalidade ocorreu devido a uma violação envolvendo dados de crianças na internet, sem o consentimento dos pais para que os dados fossem coletados. 

Não é citado nos termos de privacidade do TikTok sobre previsão de exclusão de dados em hipótese de requerimento do usuário ou dos seus responsáveis.

Isso também acontece com a falta de necessidade de consentimento dos pais para que os usuários menores de idade tenham acesso ao aplicativo.

Fonte: Privacytech

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.