ChatGPT é readmitido na Itália após proibição por violação de proteção de dados

A Itália decidiu autorizar o uso do ChatGPT após ter sido proibido por entender que a tecnologia viola a proteção de dados. A decisão foi tomada no último dia 28 depois da OpenAI seguir com os pedidos da autoridade de proteção de dados do país. 

De acordo com o porta-voz da OpenAI, a empresa mostrará a política de privacidade de forma mais transparente e dará à população da União Europeia a oportunidade de impedir o uso dos dados pessoais para treinamento da IA. 

VEJA MAIS: 

O bloqueio do aplicativo no país ocorreu no dia 30 de março após a percepção do descumprimento da lei de proteção de dados pessoais. O órgão oficial pontuou para a OpenAI que a coleta dos dados pessoais não informava qual tipo de informação estava sendo reunida. A não existência de um filtro de idade também fez com que a autoridade tomasse tal ação.Com isso, a OpenAI tinha até o dia 30 de abril para solucionar os pontos. 

A autoridade italiana entende que as ações tomadas pelas empresas alinham o progresso tecnológico com o respeito com a população. Após a proibição da Itália, que foi a primeira a tomar tal ação, outros países também passaram a considerar o bloqueio. 

Com o uso do ChatGPT e o crescimento de outras inteligências artificiais do tipo, como a da Microsoft, as autoridades ficaram em estado de alerta para que fossem criadas leis para regular a inovação. 

A União Europeia está focada neste processo e já divulgou uma série de medidas que buscam classificar as IAs levando em consideração o risco e pretendem reger o uso de materiais com direitos autorais para que os algoritmos possam ser treinados. 

Fonte: Veja

Autor(a): Luiz Paulo Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.